Polícia prende dois libaneses considerados chefes de comércio de vapes em Goiás

 Dois libaneses foram presos, na última segunda-feira (6/4), suspetios de chefiar comércio de cigarros eletrônicos (vapes) em todo o estado de Goiás.

As prisões ocorreram em Goiânia durante uma operação da Polícia Civil.

Após uma investigação, policiais civis deflagraram em três lojas localizadas no Camelódromo de Campinas em Goiânia. Na ocasião, foram apreendidos mais de 10 mil cigarros eletrônicos avaliados em mais de R$ 1 milhão.

Segundo a Polícia Civil, o proprietários são os principais responsáveis pelo fornecimento dos dispositivos eletrônicos em todo estado de Goiás, principalmente para tabacarias em Goiânia e no interior que já estão sendo identificadas.

No local, a Polícia Civil ainda apreendeu diversos documentos, inúmeras máquinas de cartões de crédito e dinheiro oriundo da venda dos produtos.

Por @cepaf999/Mais Goiás